Guia de viagem pós-vacina: como viajar?

25 de setembro de 2021

Com o aumento do número de pessoas vacinadas no Brasil e no mundo todo, cresce também a expectativa para as viagens pós-vacina. Se você está planejando a sua viagem de fim de ano ou as férias de 2022, é muito importante ficar de olho em todas as regras.

Viagens para os Estados Unidos

Um dos destinos mais buscados pelos brasileiros são os Estados Unidos. A boa notícia é que a partir de novembro o país permitirá a entrada de estrangeiros totalmente imunizados. Será necessário apresentar o comprovante de vacinação e o teste negativo de Covid-19 feito até três dias antes do embarque. Atualmente, as vacinas aprovadas pelos Estados Unidos são as da Pfizer, da Moderna e da Janssen. 

A embaixada dos Estados Unidos e os consulados estão aguardando informações sobre procedimentos e cronograma para retomada da emissão de vistos.

Viagens para a Europa

Além dos Estados Unidos, países europeus como Alemanha, Espanha e França já reabriram as fronteiras para turistas brasileiros totalmente vacinados contra a Covid-19, mas com ressalvas. 

Na França, a entrada de brasileiros é permitida apenas para os que foram vacinados com os imunizantes da Pfizer, da Moderna, da AstraZeneca ou da Janssen. Quem tomou CoronaVac deve comprovar que recebeu a dose de reforço da Pfizer no mínimo sete dias antes do desembarque. 

Na Alemanha, são aceitas apenas pessoas que receberam a vacina da Pfizer, da Janssen ou da AstraZeneca. A Coronavac ainda não é aceita. 

Já na Espanha, os passageiros podem apresentar na fronteira o comprovante de vacinação pela Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, Coronavac e Sinopharm. 

Além deles, Portugal aceita viajantes que tenham o Certificado Digital COVID da União Europeia, o teste RT-PCR negativo realizado nas 72 horas que antecedem o embarque ou um teste antígeno de no máximo 48 horas. 

Viagens na América Latina

Países da América Latina que os brasileiros costumavam visitar, como Argentina e Chile, devem reabrir as fronteiras em breve. Nesses dois países, a previsão é de abertura no dia 1º de outubro, e os viajantes deverão apresentar a carteira de vacinação indicando que a imunização foi completada pelo menos 14 dias antes do desembarque, assim como teste RT-PCR negativo feito até 72h antes do embarque.

Certificados de vacinação

Ainda está sendo discutida a criação de um certificado internacional de vacinação contra a Covid-19. Além disso, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) está testando um novo passaporte de saúde digital chamado Travel Pass.

O Ministério da Saúde Brasileiro criou o aplicativo ConecteSUS, onde você consegue obter um certificado de vacinação que pode ser emitido em português, inglês e espanhol. Para emiti-lo, você precisa estar totalmente vacinado. Com esse documento, você pode ingressar em alguns destinos, entretanto, fica a critério de cada país aceitar ou não o certificado como prova de que o turista foi vacinado.

Esteja sempre preparado para continuar seguindo as regras e os protocolos de segurança, como usar máscaras de proteção e álcool em gel e evitar aglomerações.

Viagens dentro do Brasil

Se você quer viajar para curtir o Réveillon, a hora de fazer suas reservas e comprar passagens é agora! Muitos destinos que costumavam ficar lotados de festas particulares ainda podem estar vazios neste fim de ano. É possível que algumas festas e eventos ocorram, mas é bom acompanhar a flexibilização e as restrições do lugar para onde você vai viajar.

A maioria dos destinos brasileiros vem apresentando queda no número de contaminados e não tem mais restrições para o funcionamento de comércios, bares e restaurantes. Entre esses destinos estão a Chapada Diamantina, o Morro de São Paulo, a Península do Maraú, Porto Seguro, Caraíva e Trancoso, na Bahia.

A Serra Gaúcha, outro lugar que os brasileiros adoram visitar para curtir o Natal, já confirmou o evento do Natal Luz. De 28 de outubro a 30 de janeiro, você vai poder ver as celebrações em Gramado, com direito aos principais espetáculos.

Seja qual for o destino, garanta a sua vacina e o certificado de vacinação total e não se esqueça de colocar as máscaras de proteção e o álcool em gel na mala. Partiu?