Trip aventura – As melhores trilhas perto de São Paulo

20 de outubro de 2020

Quem nunca teve vontade de dar uma fugidinha de São Paulo e pegar uma trilha no meio da natureza? A boa notícia para os aventureiros é que dá para fazer várias trilhas pela floresta, com total segurança e sem precisar sair do estado de São Paulo. Reunimos algumas das trilhas mais incríveis, com diferentes graus de dificuldade, em parques estaduais pertinho da capital para você conhecer e se divertir!

1. Trilha do silêncio – Parque Estadual do Jaraguá (São Paulo)

Por mais inacreditável que pareça, sim, existe uma trilha imperdível na maior metrópole da América do Sul! A Trilha do Silêncio fica dentro do Parque Estadual do Jaraguá. Um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica na região metropolitana.

A trilha ganhou esse nome porque a vegetação abafa o barulho vindo das rodovias que cercam o parque. Indicada para todas as idades! Ela tem 828 metros de percurso (ida e volta) e duração média de 30 minutos. A Trilha do Silêncio é adaptada para que mesmo visitantes com deficiência física ou mobilidade reduzida possam aproveitar a aventura.

É nesse mesmo parque que você pode visitar o Pico do Jaraguá, o ponto mais alto do município de São Paulo, com 1.135 metros de altitude. Lá de cima é possível ter uma visão 360 graus da cidade. Além disso, você pode fazer outras trilhas, como a Trilha do Lago, a Trilha da Bica e a Trilha do Pai Zé.

Para fazer as trilhas disponíveis no parque, você deve agendar a visita com antecedência mínima de 24 horas pelo site da Fundação Florestal. O Parque Estadual do Jaraguá está aberto com restrições de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. É obrigatório usar máscara cobrindo nariz e boca, além de seguir as regras de acesso ao parque.

Para agendar a visita, acesse o site!

2. Trilha do Chico Bento – Monumento Natural Pedra do Baú (São Bento do Sapucaí)

Se você quer se afastar um pouco da capital, uma boa dica é se aventurar para ver de pertinho a Pedra do Baú, que tem 1.950 metros de altitude. A paisagem deslumbrante da trilha é formada pela Pedra do Baú e por duas pedras menores, Bauzinho e Ana Chata. Na região há cerca de 30 vias de escalada com vários graus de dificuldade, e a Trilha do Chico Bento é a mais utilizada pelos visitantes.

A trilha começa no Estacionamento Chico Bento e leva você até o pé da Pedra do Baú. Onde existe um acesso à escada para subida até o alto da pedra. Para fazer a subida é recomendado ter a companhia de um guia e equipamentos de segurança. Além de fazer o agendamento prévio com antecedência mínima de um dia por mensagem de texto (12 99632-1017) e pagar o ingresso no valor de R$ 10. (tal informação pode ser modificada).

Lá do alto, você poderá apreciar a linda paisagem da Serra da Mantiqueira, na divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais.

3. Trilha dos Monumentos Históricos Caminhos do Mar – Parque Estadual Serra do Mar (São Bernardo do Campo)

O Parque Estadual Serra do Mar é a maior porção contínua preservada de Mata Atlântica no Brasil. Para quem gosta de ecoturismo, o parque é um verdadeiro tesouro do estado de São Paulo. Com grande biodiversidade, paisagens e trilhas inesquecíveis.

A Trilha dos Monumentos Históricos Caminhos do Mar é uma excelente oportunidade de conhecer o parque e um pouco mais da história do Brasil.

Indicada para todos os públicos! A trilha tem extensão de 9 km e cerca de 5 horas de duração. Com nível médio de dificuldade. Ao caminhar pela trilha, o visitante passa pela Estrada Velha de Santos e por monumentos históricos como o Rancho da Maioridade; a Calçada e o Paredão do Lorena – de onde se tem uma vista para a paisagem da baixada santista e da Mata Atlântica –, além de outras construções do século 18.

Para fazer essa trilha, é necessário realizar agendamento prévio pelo site e seguir todos os protocolos de segurança.

Agora que você já tem uma lista de trilhas para curtir a natureza, não se esqueça de se preparar antes de sair por aí. Vista-se adequadamente com:

  • roupas confortáveis;
  • tênis;
  • boné;
  • óculos de sol
  • e máscaras de proteção.

Na mochila, além do álcool em gel leve:

  • água;
  • lanche;
  • repelente;
  • protetor solar
  • e equipamentos de segurança.

Para manter a natureza perfeita como você a encontrou, não deixe lixo pela trilha. E em hipótese alguma faça fogueiras! Ou jogue algo no chão que possa provocar um incêndio. Ajude a preservar esses locais e tenha sempre uma trilha incrível esperando por você!

Se você quer curtir essas trilhas, mas não tem um veículo que te leve até elas, aproveite para alugar um carro com toda a facilidade e segurança.