Solo trip: dicas para o seu primeiro mochilão em Buenos Aires

9 de julho de 2019

Sonha em viajar sozinho? Por que não começar por um destino aqui pertinho, na terra dos nossos hermanos? Hoje, no Bora Nessa Trip, falaremos mais sobre Buenos Aires, a capital da Argentina: reunimos todas as dicas sobre passeios, gastronomia, transporte e hospedagem – exatamente tudo o que você precisa saber para ter uma solo trip inesquecível.

Documentos para sua solo trip em Buenos Aires

Essa é a primeira coisa que você deve saber antes de programar seu mochilão: para ir a Buenos Aires, você não precisa, necessariamente, de um passaporte – um RG em bom estado e com menos de 10 anos já basta para entrar no país. Porém, vale ressaltar que o documento precisa estar em boas condições e com uma foto legível. Já a questão dos 10 anos é apenas uma recomendação para garantir uma foto mais atual; que não gere dúvidas ao agente migratório. Pois caso contrário, segundo o consulado, ele poderá exigir a apresentação de um segundo documento oficial – nesse caso, o passaporte.

Sobre as vacinas, no momento não há nenhuma exigência aos brasileiros, nem mesmo sobre a de febre amarela. Mas é sempre bom ficar de olho nas recomendações dos órgãos oficiais antes de embarcar, para não correr o risco de nenhum imprevisto na sua solo trip.

O que fazer em Buenos Aires

Documentos na mão? É hora de falarmos do roteiro. Separamos algumas dicas de turismo em Buenos Aires; com as atrações mais importantes, além de lugares alternativos para explorar a cidade como um local.

Sobre as principais atrações turísticas, anote aí: o bairro de La Boca, o Cemitério da Recoleta, a Casa Rosada, o Obelisco e o Teatro Colón estão naquela rota das visitas obrigatórias. Mas Buenos Aires esconde algumas atrações incríveis que muita gente desconhece: como o ir ao Rosedal, voar de balão, assistir ao famosíssimo espetáculo Fuerza Bruta, jantar em um restaurante de “portas cerradas” e beber em um bar secreto. Se você ama fotografia, a cidade também é repleta de cenários pra lá de fotogênicos. Você confere algumas sugestões nesse post.

Gastronomia

Sobre os bares e restaurantes, saiba que a gastronomia por lá é imperdível para quem curte comer bem. O lugar conta com bons lugares para tomar café e ótimas casas para provar algumas iguarias: bifes de ancho e chorizo, parrillada, choripán e empanadas contemplam a lista das muitas delícias que encontramos na cidade. Portanto, aproveite esse mochilão em Buenos Aires para abocanhar algumas delas.

Transporte e hospedagem

O transporte também é outra vantagem para os viajantes-solo, uma vez que a cidade possui metrô, trens e ônibus que facilitam a locomoção de um ponto a outro. Se você pretende usar qualquer uma dessas opções durante a sua estadia, adquira a Tarjeta Sube. O cartão magnético que custa cerca de 90 pesos, é uma espécie de Bilhete Único daqui de São Paulo. Você realiza a recarga e ainda pode consultar seu saldo no site da Sube, para não passar nenhum perrengue durante o passeio.

Quanto à hospedagem, recomendamos os bairros de Recoleta (um dos mais bonitos), Microcentro (bom para fazer coisas a pé), Puerto Madero (próximo a muitas atrações), San Telmo (com uma pegada bastante alternativa) ou Palermo (o bairro mais verde da cidade). Tudo depende dos seus objetivos e gostos pessoais, por isso, é bom pesquisar direitinho. Com certeza, há um que melhor se identifica com você e seu mochilão.

Curtiu? Então anote aí: abril, maio, setembro e outubro são os melhores meses para visitar a cidade. Com isso mente, agora é só escolher uma data e programar sua solo trip. E para saber como economizar em Buenos Aires, é só ficar de olho nas ofertas e pacotes da Sub Viagens.