Rússia: tudo o que você precisa saber sobre o país da Copa

12 de junho de 2018

Vodka, Kremlin, Praça Vermelha. Acredite, as referências que os brasileiros costumam ter da Rússia são tão comuns quanto injustas. Embora esses elementos façam, sim, parte do país, ele é muito mais do que isso.

Seus mais de 17 milhões de quilômetros quadrados abrigam culturas e paisagens tão diferentes entre si que nenhuma generalização poderia explicar. Sede da Copa do Mundo 2018, a Rússia viu os olhos do mundo voltarem-se para o país com curiosidade, e preparou-se para receber os turistas de braços abertos.

No caso dos brasileiros, uma barreira é quebrada logo de cara. Não há necessidade de visto para quem viaja a turismo por um período máximo de 90 dias. Além disso, nos meses de junho e julho, quando acontece o Mundial, o frio intenso dá uma trégua. Em Moscou, as temperaturas ficam entre 15 °C e 25 °C, perfeito para quem vai torcer pelo Brasil e conhecer os pontos turísticos.

Ficou interessado? Então venha conhecer um pouco mais sobre a Rússia!

Saiba mais sobre as 11 cidades da Rússia que sediarão o Mundial

1. Moscou

Cosmopolita, Moscou oferece arte, gastronomia e cultura aos turistas.

É na capital da Rússia que está a maior parte dos pontos turísticos que habitam o imaginário do turista brasileiro. Compre um Moscow Pass, cartão que dá direito a entrada em museus e ônibus, e vá visitar cartões postais como o Kremlin, a Praça Vermelha, a Galeria Tretyakov e o museu Pushkin.

Faça uma pausa para descansar no Parque Gorki e, de tarde, deslumbre-se com um dos arranha-céus conhecidos como as Sete Irmãs de Stálin. Dica: o maior e mais bonito deles tem 235 metros de altura e está localizado no campus da MGU, a maior universidade da Rússia.

Se você está interessado nas experiências gastronômicas, não deixe de fazer uma reserva no White Rabbit. Com uma vista de tirar o fôlego, o restaurante é considerado um dos 50 melhores do mundo. O chef Vladimir Mukhin serve comida russa moderna em um ambiente totalmente inspirado em Alice no País das Maravilhas.

2. São Petersburgo

Um dos mais famosos do mundo, o museu Hermitage é parada obrigatória em São Petersburgo

Considerada uma das cidades mais importantes do território russo, São Petersburgo abriga o museu Hermitage, um dos mais famosos do mundo pela importância do seu acervo histórico.

Se você adora arte, compre o City Card, que dá direito a entrar em 40 museus da cidade e não perca também o Museu Russo que, apesar de menos famoso que o Hermitage, tem um acervo impressionante!

Depois de caminhar pelas pontes, museus e catedrais da cidade, feche o dia com um passeio de barco pelo rio Neva, principal canal da cidade.

3. Kazan

A cidade tem como principal atração turística o Kremlin de Kazan. Localizado às margens do rio Kazanka, o complexo de museus e construções históricas é considerado patrimônio mundial pela Unesco e também serve como residência oficial do presidente da República do Tartaristão.

Depois de conhecer um pouco mais sobre a história local, suba na Torre Soyembike. Com 58 metros de altura, ela é frequentemente comparada à Torre de Pisa por sua inclinação de quase dois metros.

4. Sochi

Sochi, a Riviera russa, será cidade base da Seleção Brasileira durante a Copa

Conhecida como a Riviera russa, a cidade litorânea foi sede das Olimpíadas de Inverno de 2014. O evento deixou como legado uma sólida infraestrutura, com aeroporto remodelado, estradas, linhas de trem e dezenas de hotéis, transformando Sochi em um destino turístico bastante disputado.

Localizada a 1700 km de Moscou, na costa do Mar Negro, a cidade tem como atração principal a natureza. O local é perfeito para praticar esportes como alpinismo, mergulho ou mesmo se refrescar nas cachoeiras do Parque Nacional de Sochi, às margens do Rio Shakhe.

Seu perfil é menos aventureiro? Então vá conhecer a Casa de Veraneio de Stalin, local onde o líder soviético descansava alguns meses por ano, e aproveite para aprender um pouco mais sobre a história do país.

5. Caliningrado

Curta o pôr do sol em Kurshskaya Kosa, Caliningrado

Localizada a cerca de 1300 km de Moscou, Caliningrado está às margens do oceano Báltico, entre a Polônia e a Lituânia. Uma de suas principais atrações é a Catedral Konigsberg, construção imponente erguida pelos alemães na pré-guerra que é famosa por abrigar o túmulo do filósofo Immanuel Kant.

Outro passeio interessante é o Parque Nacional Kurshskaya Kosa, com suas florestas de pinhos e dunas – sim, dunas! – que foram considerados pela Unesco como Patrimônios da Humanidade.

6. Níjni Novgorod

Localizada às margens do rio Volga e Oka, a cidade é conhecida como “a terceira capital da Rússia” por seu desenvolvimento industrial, educacional e pela qualidade de vida que oferece aos seus habitantes.

Assim como muitas cidades russas, Níjni Novgorod também tem um Kremlin, que é um de seus principais pontos turísticos. As 11 torres que compõem o complexo amuralhado rendem lindas fotos e abrigam ainda a Catedral de São Miguel Arcanjo.

É fã de literatura? Então reserve um tempo para ir até a rua Pochtovy Syezd. Ali, na calçada da esquerda, você vai avistar uma casa de madeira vermelha, que foi onde o escritor russo Máximo Gorki viveu durante toda a infância.

7. Samara

Cortada pelo Rio Volga, Samara promete agradar turistas com todos os perfis. Os que adoram história poderão visitar um dos bunkers secretos de Josef Stalin, uma das principais atrações turísticas da cidade.

Se essa não for muito a sua praia, talvez você curta o Museu da História Espacial, onde é possível ver réplicas de foguetes, uniformes e motores. A cidade é uma espécie de pólo da engenharia aeroespacial russa. Foi em Samara, por exemplo, que construíram o foguete que levou Yuri Gagarin ao espaço.

8. Volgogrado

Antigamente chamada de Stalingrado, Volgogrado está a 1h50 de voo da capital, Moscou! Como a cidade foi um dos locais mais importantes da Segunda Guerra Mundial, já que foi lá que a expansão nazista foi detida, uma das principais atrações são os monumentos do Monte Mamaev, que estão localizados no parque Mamaev Kurgan e foram construídos em homenagem aos soldados que atuaram na batalha.

9. Saransk

Capital da República da Mordóvia, a cidade ainda é pouco conhecida dos turistas brasileiros, mas está aumentando sua infraestrutura para receber o maior fluxo de pessoas que devem conhecer seus encantos durante a Copa.

Localizada a 630 quilômetros de Moscou, Saransk não é tão badalada como Moscou ou São Petersburgo, mas está repleta de construções majestosas e que valem a visita, como a Catedral do Santo e Justo Guerreiro Fyodor Ushakov, cujo um mirante garante uma vista espetacular da cidade.

Cansou de caminhar pelas ruas da cidade? Então aproveite para fazer uma pausa no Parque Alexander Pushkin e encante-se com suas esculturas feitas com plantas ou divirta-se em seus jogos de xadrez de tamanho gigante.

10. Rostov on Don

A cidade que abriga o Brasil em sua estreia na Copa do Mundo

Palco da estreia do Brasil na Copa do Mundo, Rostov On Don é considerada por muitos uma das cidades menos atrativas entre as que sediam o campeonato. Um observador mais atento, no entanto, é capaz de descobrir uma série de encantos.

Uma boa ideia é divertir-se no Parque da Revolução, que abriga a terceira maior roda gigante da Rússia. De lá do alto, você pode ter uma visão panorâmica do rio Don, que dá nome a cidade.

Se bater aquela fome, explore sem medo a culinária local. Por sua localização, Rostov, que também é conhecida como a cidade dos cinco mares – o de Azov, o Negro, o Cáspio, o Báltico e o Branco – oferece uma grande variedade de pratos de peixe, que promete agradar viajantes dos mais variados perfis.

11. Ecaterimburgo

Grande cidade dos Montes Urais, a cordilheira que marca a divisão geográfica entre Europa e Ásia, a cidade da Rússia conta com ampla infraestrutura para receber os turistas: são mais de 500 hotéis e resorts, além de novas estradas e viadutos.

Um de seus pontos turísticos mais importantes é a Igreja do Sangue, catedral ortodoxa construída onde antes estava a Casa Ipatiev, local em que o último imperador da Rússia, Nicolau II, e vários membros de sua família foram executados pelos bolcheviques.

Quer saber mais sobre a Rússia? Então assista a websérie do Travel and Share e descubra outras peculiaridades do país!