Intercâmbio em Dublin: Um papo real sobre essa experiência

22 de abril de 2019

É hora de mudar, o coração fala. A gente vai se enchendo de coragem, escolhe o destino, avisa a família, arruma as malas e se prepara para um mundo novo. Há mais de quatro anos eu desembarcava na Ilha da Esmeralda para um intercâmbio em Dublin de 6 meses. Foi amor à primeira vista e, desde então, essa cidade se tornou a minha casa.

Porque fazer Intercâmbio em Dublin

Não demorou muito pra que eu pudesse entender a magia dessa cidade. A receptividade e o carisma dos irlandeses mistura-se a diversas culturas, idiomas, culinárias e religiões, em uma sociedade que prioriza respeito e qualidade de vida. A natureza é riquíssima, a vida noturna é vibrante e as portas estão sempre abertas com oportunidades de estudo e trabalho.

Eu tinhas duas metas principais: aprender inglês e viajar. Ambas cumpridas com sucesso e já foram 14 países até agora. O curso de inglês dá direito a três vistos de oito meses cada podendo trabalhar até 20h semanais. No meu terceiro ano optei por um curso preparatório para Ielts/Cambridge, que ajudam a garantir vagas em universidades pelo mundo todo e melhoram bem seu nível de inglês.

Boas práticas

As simples práticas são as mais respeitadas por aqui: “thank you” e “sorry” são usados com frequência e muito bem-vindos. As caminhadas são ótimas opções, pois a cidade é plana. As ciclofaixas estão espalhadas por toda a cidade. Basta fazer seu Dublin bike, €20 anual.

O que não fazer

Não é fácil passar perrengue do outro lado do mundo, portanto, se puder, não espere acabar o dinheiro para procurar trabalho. Se esforce para não falar em português o tempo todo, até porque isso interfere bastante no seu aprendizado. Não ache que estará 100% seguro por ser Europa, apesar da baixa criminalidade, todo cuidado é pouco.

Imperdíveis

Beber é tradição por aqui. Prove sua primeira pint de Guinness no Pub mais antigo de Dublin, The Brazen Head, depois vá caminhando pelas margens do rio Liffey até o mais tradicional, Temple Bar Pub, se preferir o combinado Rock’n Roll e sinuca, meu favorito é o Fibbers Rock Bar.

Dica: Para fazer novos amigos e ter um guia que te apresente os melhores pubs da cidade, faça um Pub Crawl.

Na primeira oportunidade, conheça de perto os veadinhos do Phoenix Park. Lembra do Bambi? São centenas desses encantadores bichinhos, circulando e vivendo livremente em um dos considerados maiores parques da Europa. E se tiver comida, eles pegam da sua mão … a sensação é indescritível.

Importante saber

A cidade está cheia, portanto, a busca por moradia exige persistência e paciência. A dica é procurar nos canais: daft.ie, rent.ie e classificados do facebook. Para as ofertas de trabalho tente agências de recrutamento e entregue muitos currículos de porta em porta. E aproveite muito tudo o que essa incrível cidade tem a oferecer!

“O  intercâmbio em Dublin é um processo de transformação. Os desafios são muitos, mas os resultados são valiosos. O inverno é rigoroso, no entanto, o verão é surpreendente. Quem mora por aqui aprende a respeitar o tempo das coisas e viver com mais tranquilidade. Take your time, como eles dizem e Enjoy.” Juliana Calaf.