9 lugares para fotografar (e aproveitar) enquanto estiver em Buenos Aires

30 de agosto de 2021

Já dizia aquele belo ditado: “viajar sem registrar o momento, é o mesmo que não viajar”. Afinal, fotografar é uma forma de ter a lembrança daquele momento para a vida toda. Mas, melhor do que ter um feed no Instagram repleto de imagens bonitas, é poder conhecer espaços incríveis e cheios de história para contar. E para ajudar você a escolher os lugares certos – e fora dos destinos clichês –, separamos alguns pontos perfeitos para tirar aquela foto incrível em Buenos Aires.

Pasaje Lanín

Casa onde Marino Santa Maria cresceu, e que deu início a todo o projeto. Impossível não se encantar, não é mesmo? Fonte: site oficial

Se você gosta de arte urbana, então esse é o lugar certo para fotografar na capital argentina. Localizado na Rua Lanín, no bairro de Barracas, o projeto nasceu em 1990 com a intervenção urbana de Marino Santa Maria, artista plástico que cresceu no bairro e decidiu dar um pouco de cor às ruas cinzas.

Com tintas e azulejos, ele preencheu a parede de sua casa. Depois disso, os vizinhos se interessaram e deram continuidade ao projeto e, com o tempo, outros artistas também foram convidados a completar a obra. Hoje, é impossível passar por Lanín e não se apaixonar pelos mosaicos.

Feira de Mataderos

A feira é lugar certo para experimentar o tradicional chimarrão e as famosas empanadas, além do choripa (um prato que combina pão de chouriço. Fonte: shutterstock

Localizada no bairro dos Mataderos, no antigo frigorífico municipal, a feira só acontece aos domingos, das 11h às 18h. O mais incrível desse lugar é que nele você pode conferir toda a cultura gaúcha do país. Há barraquinhas com comidas regionais, ponchos e artesanatos, além de muitas apresentações de músicas e danças típicas. Ou seja: além de ser um cenário lindo para fotografar em Buenos Aires, a Feira de Mataderos ainda é uma ótima escolha para conhecer a história e a cultura de várias regiões da Argentina.

Galeria Guemes

Na parte de baixo da galeria é possível conferir lojas de roupas e cafés maravilhosos. Fonte: site oficial

A Galeria Guemes é a escolha certa para os amantes de arquitetura e um ótimo cenário para fotos panorâmicas. Construída em 1915, ela foi o primeiro arranha-céu da cidade.

Hoje, além de ser uma representação da Art Noveau na Argentina – o que já rende belíssimas imagens –, a galeria apresenta um Mirador, que permite ter uma visão de 360 graus da cidade. Para ter acesso a esse espaço é preciso pagar uma taxa de 50 dólares*.

Usina del Arte

Todas as semanas a Usina del arte conta com apresentações de orquestras e bandas. Clique aqui para ficar por dentro da programação. Fonte: Shutterstock

Se você quer um book perfeito, certamente tem que visitar a Usina del Arte! Inaugurada em 1916, no bairro de La Boca, ela foi construída para abastecer fábricas da cidade com eletricidade produzida a partir do vapor por combustão de petróleo. Depois de alguns anos abandonado, o lugar foi reaberto como um centro cultural.

E se só de olhar o grande relógio e as paredes de tijolinhos você já fica encantado, espere até ver o interior do espaço! Além de ser possível conferir diversas obras de arte, ainda há uma sala enorme para concertos filarmônicos com capacidade para 1.200 pessoas, e outra para ensaios, de decoração moderna e que comporta até 400 pessoas.

Foto Ruta

Placa Centro Cultural Del Hospital Borda, projeto que usa a arte como terapia. A imagem foi registrada durante um dos passeios do Foto Ruta pelo bairro de Barracas. Esse local Fonte: site oficial

Já pensou em fazer um tour e, de quebra, ter uma aula de fotografia? Pois é exatamente essa a ideia do projeto Foto Ruta – que é ótimo para fotografar em Buenos Aires. Funciona assim: você encontra os instrutores em um bairro, eles ensinam um pouco sobre fotografia e fazem um passeio com você. Depois eles passam algumas atividades práticas e daí é só sair com o celular ou a câmera na mão registrando várias paisagens. Existem várias opções de passeios, mas o mais famoso é o que acontece aos sábados na região de San Telmo. Os passeios custam de 85 a 250 dólares*.

Mercado de Las Pulgas

Ao longo de sua história o Mercado de Las Pulgas mudou de endereço. No entanto, recentemente voltou para o galpão onde foi inaugurado. Fonte: site da prefeitura de Buenos Aires

Aberto de terça a domingo, o Mercado de Las Pulgas é parada obrigatória dos viajantes que estão à procura de roteiros alternativos, que fogem das grandes atrações. Ele consiste em um galpão na Av. Dorrego, no bairro Colegiales, que nasceu em 1918. O nome tem origem no século 18, em que as pessoas vasculhavam o lixo das famílias ricas para separar roupas e vender em uma feira. A questão é que a falta de higiene na época fazia com que as peças viessem cheias de pulgas. Hoje, você pode encontrar todas as antiguidades que imaginar: móveis, artigos de decoração, vinis e até artigos de moda. E claro: sem as pragas!

El Ateneo

Só de olhar a foto já dá para entender o motivo dessa livraria ser considerada uma das mais belas do mundo. Uma curiosidade é que antes de dar lugar ao livros, ela funcionava como cinema. Fonte: shutterstock

Um teatro de 1919 que deu espaço para uma livraria. Só com essa informação já dá para saber que é um lugar magnífico para fotografar em Buenos Aires. São três andares abertos para visitação com estantes repletas de livros. O palco deu espaço a um café, enquanto as sacadas para os espectadores deram espaço para poltronas e espaços calmos para ler. A arquitetura? Riquíssima em detalhes e com um teto todo desenhado. É o mesmo que estar nos salões de castelos de filmes, só que com muitos livros para aproveitar

Plaza Mafalda

Quem não ama os quadrinhos da Mafalda? Se você é fã da personagem, precisa dar uma passada na praça que fica no bairro Colegiales e leva seu nome! Dá para fazer fotos com a estátua da menina e ainda conferir vários quadrinhos do cartunista Quino espalhados pelos muros do espaço.

Villa Crespo

Esse bairro é o destino certo para fotografar em Buenos Aires. Ao lado do Palermo, o local é rico em arte de rua, outlets de marcas famosas (alô, economia!) e o principal: restaurantes para lá de saborosos. Ou seja, é um passeio completo! Dá para comer, fazer compras com um preço camarada e, de quebra, conhecer uma região linda da capital portenha.

E aí? Já visitou alguns dos lugares ou tem mais indicações de cenários para fotografar em Buenos Aires? Acesse agora mesmo o nosso site e confira as nossas promoções para garantir a sua próxima trip!