Os melhores hotéis em Jerusalém estão no Submarino Viagens.

 
     

    AS MAIS EXCLUSIVAS OFERTAS DE ACOMODAÇÕES PARA

    Hotéis em Jerusalém

    PREÇOS A INCLUIR TAXAS E ENCARGOS

    Reserve o Hotel perfeito para a sua viagem com ofertas e promoções especiais que você só encontra no Submarino Viagens.

    DE ECONOMIA AO LUXO, CONHEÇA NOSSA SELEÇÃO DOS

    Melhores Hotéis em Jerusalém

    vazio
     

    Onde se hospedar

    Encontre as regiões mais badaladas ou próximas das principais atrações

    Entre o mar morto e o mar mediterrâneo, nas montanhas da Judéia, encontra-se a capital declarada de Israel, mas não reconhecida pela comunidade internacional. Sim, se você percebeu o obvio, eu estou falando da mítica Jerusalém. A cidade é dividida por uma muralha em duas regiões conhecidas como “Cidade Velha” e “Cidade Nova”. A cidade velha possui apenas um quilometro quadrado, as suas terras são separadas em quatro bairros e as ruas ostentam belíssimas construções capazes de emocionar os seus visitantes. Conhecida como centro religioso, Jerusalém é muito mais do que os seus olhos podem ver. Já na cidade nova, que também conta com centros históricos, é possível encontrar em um ponto especifico bares e baladas com música eletrônica que são frequentadas por muitos jovens que desejam festejar.

    Antes de começar sua peregrinação é bom ter um bom referencial de um hotel em Jerusalém. São inúmeros os Hotéis em Jerusalém, escolha com atenção, pois os conflitos políticos e religiosos da região tendem a espantar alguns turistas, portanto prefira ficar na cidade Velha, próximo aos muros.

     

    Qual seu tipo de viagem?

    Opções de hospedagem de acordo com suas preferências de viagem

    Na cidade Velha se encontram os principais templos, esculturas e outras construções que atraem milhões de pessoas todos os anos. Como mencionado anteriormente, a região é dividida em quatro bairros, estes são o Judeu, o Armênio, o cristão e o Mulçumano. A presença das quatros culturas proporcionam uma variedade natural de opções de arte e cultura que você possa visitar e desfrutar de uma beleza que dura cerca de seis mil anos.

    Um dos principais pontos turísticos é o Muro das Lamentações. O muro é o que sobrou do antigo Templo de Jerusalém. Próximo ao Gólgota (Calvário), local onde Jesus foi crucificado, temos a Basílica do Santo Sepulcro, um igreja linda por dentro e por fora. O Santo Sepulcro também é conhecido como o lugar onde Jesus foi sepultado, mas dentro da cidade existem “vários lugares” onde dizem que foi o verdadeiro sepultamento, sendo este o mais conhecido. Na cidade velha também se encontra a Cidade de Davi, a região tem algumas escavações e arqueológicas, dentre elas o Túnel de Ezequias.

    Grande parte da cidade nova foi construída por volta de 1948, após a independência do estado de Israel, mas nem por isso ela deixa de ter o charme histórico exalada por suas entranhas. Em alguns pontos da região é possível encontrar escavações arqueológicas do tempo do Rei Davi, inclusive, o Monte Sião também se encontra por essas bandas. O monte é o local onde o Rei Davi foi sepultado. Misturando o clássico e o moderno a temos a Universidade Hebraica de Jerusalém situada no Monte Scopus. De cima do Scopus é possível ter uma ótima vista da cidade e do mar morto.

     

    Encontre o hotel com o seu estilo

    Mais opções de hospedagens de acordo com suas escolhas

    Definitivamente Jerusalém é um local histórico, mas nem todos os museus da cidade se resumem a religião. Sabia que um destes museus é um dos mais tecnológicos do mundo? Vale a visita!

    Embora tenha um clima bem pesado, o Museu do Holocausto (Yad Vashem) é um local importantíssimo para quem visita a região. O museu é um memorial aos seis milhões de judeus que foram assassinados durante o regime nazista na Alemanha. E seguindo para outro ponto bacana para visitas, temos o Museu de Israel, que curiosamente não tem o seu foco voltado para história, religião e afins. O diferencial desse museu é que suas obras são modernas demonstrando um lado mais descolado e quase desconhecido de Israel. Com certeza, outro ponto obrigatório.

    Publicidade

    Publicidade